quarta-feira, 29 de junho de 2016

29 de junho Campeão latino-americano de ilusionismo, Caio Ferreira traz espetáculo ao Sesc Campinas

O campeão latino-americano de ilusionismo, Caio Ferreira, apresenta no Sesc Campinas nesta quarta-feira (29), às 20h30, seu espetáculo de mágica "A Arte do Ilusionismo", que integra o projeto "É Tudo Ilusão", realizado na unidade durante os meses de junho e julho. A apresentação traz uma leitura de clássicos da mágica mundial em composição com a música erudita e instrumental. Especialista na categoria “manipulação”, na qual não se utilizam grandes aparelhos, apenas as habilidades manuais do artista, os efeitos executados são “puros”, difíceis de serem reproduzidos. O espetáculo traz uma mistura de humor e emoção, a arte da mágica e a boa música. Caio Ferreira conquistou em fevereiro, pela segunda vez em sua carreira, o Campeonato Latino-Americano de Ilusionismo organizado pela Federação Latino Americana de Sociedades Mágicas (Flasoma), realizado na cidade de Montevideo, no Uruguai. Com esta conquista, tornou-se o primeiro ilusionista da história a ganhar por duas vezes a competição e ficou entre os 10 melhores da categoria no mundial, que foi realizado em julho deste ano na Itália. Serviço: Espetáculo “A Arte do Ilusionismo” Local: teatro do Sesc. Rua Dom José I, 270/333, Bonfim – Campinas. (19) 3737-1500 Data: 29 de junho Horário: 20h Ingresso: R$ 17 (inteira), R$ 8,50 (meia) e R$ 5 (credencial plena)

29 de Junho "Ballet Esmeralda", espetáculo inspirado na obra de Victor Hugo, é atração no Castro Mendes

Inspirado na obra do grande escritor francês Victor Hugo, o "Ballet Esmeralda - Performance Didática" será apresentado no teatro Castro Mendes, em Campinas, nesta quarta-feira (29), às 20h. Os ingressos estão à venda (veja abaixo em 'serviço'). Para esta adaptação enxuta e didática, há a participação de mais de 30 artistas, entre bailarinos alunos do Instituto das Artes Luana Lopes, de Sousas, e alunos do projeto social da Associação Amigos da Criança (AMIC). O "Ballet Esmeralda" conta a história da catedral de Notre Dame, seu corcunda e todos os conflitos e romances que envolvem a bela cigana Esmeralda. Sob direção da maître internacional em ballet clássico, Makena Milani, esta performance didática introduz ao público o contexto deste enredo que se passa na Paris do século XVII. O espetáculo completo do "Ballet Esmeralda" estará em cartaz em dezembro, no teatro Iguatemi Campinas. Serviço: Dança: "Ballet Esmeralda – Performance Didática" Local: Teatro Municipal José de Castro Mendes. Rua Conselheiro Gomide, 62, Vila Industrial - Campinas Data: 29 de Junho Horário: 20h Valor: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). A cada ingresso inteiro vendido, um será doado para a AMIC Pontos de venda: Instituto das Artes Luana Lopes. Rua dos Expedicionários, 400, Sousas - Campinas; AMIC (Associação Amigos da Criança). Rua Tenente Lorival Bertinoti, 300, Village - Campinas; Teatro Municipal José de Castro Mendes. Rua Conselheiro Gomide, 62, Vila Industrial - Campinas Informações: (19) 3258-2348

28 de junho à 1º de julho 3ª Mostra da Diversidade Sexual de Campinas traz várias atividades em espaços culturais

Entre terça (28) e sexta-feira (1º) será realizada a 3ª Mostra da Diversidade Sexual de Campinas ("MoDive-Se"), que reúne na programação sessões de curtas-metragens e formas de expressões artísticas voltadas ao universo LGBT. A mostra propõe nesta edição à temática “Cruzando Identidades”. O evento será realizado em diferentes espaços culturais da cidade, como o Museu da Imagem e do Som (MIS), com atividades para jovens e adultos. Entre as atividades paralelas propostas estão uma intervenção fotográfica de Fábio Barella, a estreia do espetáculo teatral “Cama de Gatos”, de Bruno Ferian, e o lançamento com sessão de autógrafos do livro “Over de Rainbow”, com a presença da jornalista e escritora Milly Lacombe. Outra novidade na edição deste ano é a apresentação de intervenções artísticas que ocorrem antes das sessões dos filmes. O evento "MoDive-se", Mostra da Diversidade Sexual de Campinas, teve a sua primeira edição em 2014. É realizado pelo Instituto Ideia Coletiva, com apoio da Prefeitura e Mercúrio Produções, e de grupos locais, como o Cineclube Purpurina. Programação: 28/06, às 19h00 - Sessão de abertura no MIS Local: Museu da Imagem e do Som (MIS). Rua Regente Feijó, 859, Centro - Campinas Performance fotográfica de Fábio Barella Sessão de abertura com curtas-metragens nacionais e internacionais Filmes: “Formol” (animação) - Espanha “Collider” (ficção) - Canadá “Ainda não lhe fiz uma canção de amor” (ficção) - Brasil “Rosinha” (ficção) - Brasil “Ingrid” (documentário) - Brasil “The cream” (ficção) - França 29/06, às 19h00 - Auditório da Livraria Cultura no Shopping Iguatemi Local: Av. Iguatemi, 777, Vila Brandina - Campinas Lançamento e sessão de autógrafos com a jornalista e escritora Milly Lacombe, do livro “Over The Rainbow – Um Livro de Contos de Fadxs”. A obra traz diversos clássicos dos contos de fadas infantis com uma roupagem LGBTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), contadas sob a ótica de cinco autores que fazem parte desse universo, representado pelas cores do arco-íris. Exibição do longa-metragem “Nós duas descendo a escada”, com texto e direção de Fabiano de Souza Na história, Adri acabou a faculdade de artes, mas vive naquele limbo posterior à formatura, perdida entre a terapia, um bico numa livraria e as conversas com seu único amigo. Mona é uma arquiteta sem neurose, com planos, dinheiro e uma turma cheia de parcerias. Uma paixão, com a cidade de fundo e o vento soprando os dias. Entre a primavera e o inverno, entre o céu azul e o algodão das nuvens, elas redescobrem que a intimidade tem seus encantos. Nove meses, nove escadas e nove estações do amor. 30/06, às 19h00 - Sessão empodera no MIS Local: Museu da Imagem e do Som (MIS). Rua Regente Feijó, 859, Centro - Campinas Performance de estudantes do Etecap Sessão com filmes especialmente selecionados para o debate com o Cineclube Purpurina Filmes: “Putta” (documentário) “Princesinha” (ficção) “O corpo nu” (docudrama) 01/07, às 20h30 - Teatro da Fundação Jurgensen Local: Rua Frei Antônio de Pádua, 889, Jardim Guanabara - Campinas. Apresentação do espetáculo homoerótico “Cama de Gatos” (baseado no filme argentino "Solo"), dirigido e escrito por Bruno Ferian. No elenco, os jovens atores João de Mello e Luiz Meneguetti dão vida aos personagens Marcos e Gabriel, que se conhecem por um aplicativo de relacionamento. A concretização do encontro dissipa os personagens virtuais tornando a realidade uma armadilha para os envolvidos. Os ingressos estão sendo vendidos no valor de R$20 (inteira) e R$10 (meia entrada e antecipado) e podem ser adquiridos na bilheteria do teatro, na produtora Ideia Coletiva (R: Sacramento, 610/sala01, Centro), Loja Jeans e Afins (Av José Pancetti, 894, Vila Proost de Souza) e no Kitnet Bar (Av. Francisco José de Camargo Andrade, 145, Castelo). Serviço: 3ª Mostra da Diversidade Sexual ("MoDive-Se") Data: de 28 de junho a 1 de julho Informações: www.modive.se

28, 29 de junho Cantora Alison Crockett e Mostra Jazz Campinas abrem oficialmente a programação musical do bar Lado B

Show da Mostra Jazz Campinas e da cantora norte-americana Alison Crockett (foto à dir.) estão na programação do novo bar Lado B, antigo Almanaque Café, em Barão Geraldo. Na terça-feira (28), o Alma Trio com o trompetista Daniel D'Alcantara, um dos mais festejados da cena instrumental, sobem ao palco da casa dentro da programação da Mostra Jazz Campinas, a partir das 21h. Formado em 2010 pelos músicos Felipe Silveira (no dia será substituído por João Vitor Bueno), Daniel Ribeiro "Pezim" (contrabaixo acústico) e Helder Samara (bateria), o grupo apresenta um repertório com standards de jazz do cancioneiro norte-americano e da música popular brasileira, principalmente bossa-nova e samba-jazz. Os músicos já se apresentaram ao lado de grandes instrumentistas brasileiros, como Wilson Teixeira, Vinícius Dorin, Toninho Ferragutti, Walmir Gil, Teco Cardoso, David Spencer, Alejandro Demogli, Karlheinz Miklin, Idriss Boudrioua, entre outros. Alison Crockett Na quarta-feira (29), é a vez do vozeirão da cantora norte-americana Alison Crockett fechar a programação musical de junho do Lado B, com charme e sofisticação. Com timbre aveludado e um repertório com generosas porções de jazz, gospel e blues, Alison sobe ao palco acompanhada por Felipe Silveira (piano), Thiago Alves (contrabaixo) e Paulinho Vicente (bateria). A intérprete iniciou a vida musical com o piano, aos cinco anos de idade. Depois de vencer vários concursos de talentos durante o ensino médio, conheceu DJ Rei Britt, do Digable Planets fame. Rei deu a Alison o apelido de "Diva Blue" e, juntos, gravaram o clássico "Season's Change" para seu inovador álbum Sylk 130 "When the Funk Hits the Fan". Após completar sua primeira turnê mundial com Sylk 130, foi comparada por Geoff Wilkenson, fundador do grupo de jazz pioneiro do Reino Us3 - mais conhecido por seu hit "Flip Fantasia (Biddy Biddy Bop)" – a Shirley Bassey . O álbum solo de estreia de Alison, "On Becoming A Woman", foi lançado com grande êxito no Japão, em junho de 2003, nos Estados Unidos e na Europa, em abril de 2004. Em 2006, lançou uma coleção de remixes com base em faixas de "On Becoming A Woman", intitulada "The Return Of Diva Blue: On Becoming A Woman Redux". Depois de tirar uma pausa prolongada de sua carreira, voltou ao estúdio de gravação para trabalhar no que viria a ser "Mommy, what’s a depression?", seu terceiro álbum solo. Mais um projeto ambicioso que mistura jazz, soul e música eletrônica. Bar Lado B Caminas música cervejas artesanais almoço comida buffetSobre o novo Lado B Com novos projetos culturais e gastronômicos, o Almanaque Café anunciou a 'virada' para Lado B, um novo centro cervejeiro e cultural de Campinas sob o comando de três sócios. Alexandre Bazzo, mestre cervejeiro e CEO da Cervejaria Artesanal Bamberg, e David Figueira, sócio-proprietário da Lamas Brew Shop, decidiram se unir ao engenheiro de alimentos, músico e empresário Caco Piccoli, que é conhecido na noite de Campinas não só por ter integrado o grupo de samba Bons Tempos, um dos mais importantes da cidade, mas por ter estado à frente do Almanaque Café por vários anos. Aberta neste mês de junho, a casa ganhou uma 'pegada' mais informal, com cervejas artesanais em sistema de chope tirado direto no balcão – que conta com vinte bicos artesanais, além de alguns outros bicos de drinks -, novo cardápio com receitas exclusivas, espaço para café e coworking e uma nova programação musical, com espaço para discotecagem às quintas e shows ao vivo às sextas e sábados, com o rock de pano de fundo. O preço também é um diferencial da casa. Como os sócios são os próprios produtores, a tulipa de chope custa de R$ 6 a R$ 8. Para Picolli, que sempre fez questão de assinar pessoalmente todos os pratos da casa, o cardápio do Lado B promete uma série de novidades. “Sou um cara que adora receber. Gosto de cozinhar para os amigos e sempre considerei esta casa como uma extensão da minha. Nesta nova fase, isto não será diferente. Estou criando diversos pratos para as noites a la carte, com foco na produção local orgânica, e o bufê do almoço, que sempre foi nosso carro-chefe, ficará ainda melhor. A fórmula é simples, mas de qualidade: tem as comidas do dia a dia, mas com algumas coisas que você não faz em casa”, explica. A fim de valorizar o artesanal, não só os chopes estão na lista do Lado B. Os frequentadores também vão encontrar refrigerantes caseiros de todos os tipos, produzidos pelos chamados tubaineiros. Com o dólar valorizado, as cervejas importadas também ficaram de fora. Programação e serviço: Mostra Jazz Campinas - Alma Trio convida Daniel D'Alcantara Data: 28 de junho Horário: 21h Couvert artístico: R$ 10 Show da cantora norte-americana Alison Crockett Data: 29 de junho Horário: 21h Couvert artístico: R$ 20 Local: Bar Lado B. Avenida Albino José Barbosa de Oliveira, 1240, Barão Geraldo - Campinas Informações: (19) 3249-0014

27 de junho e 2 de julho Agenda musical do Tonico’s Boteco traz samba e rock

O ritmo do rock e do samba embalam esta última semana de junho e começo de julho no Tonico’s Boteco, no Centro de Campinas. O grupo Contágio (foto) é quem abre a programação de música ao vivo nesta segunda-feira (27) com o formato de samba de mesa, a partir das 21h. Na terça (28), não terá agenda de show, mas a casa funciona normalmente, assim como na quarta-feira (29), dia de assistir futebol nas TVs e telão do Tonico’s, a partir das 20h, com direito a chopp duplo durante toda a noite. A música retorna na quinta-feira (30) com o grupo Nikika agitando uma roda de samba, a partir das 21h30. Já o músico Leandro Fregonese lança seu CD e DVD “Vai Ter Fuzuê” na noite de sexta-feira (1º), a partir das 21h30, acompanhado do grupo Carioca. E no sábado (2), o ritmo será de rock com a Forever Young Band, que apresenta repertório cover do cantor e compositor britânico Rod Stewart, também a partir das 21h30. Serviço: Música ao vivo Local: Tonico’s Boteco. Rua Barão de Jaguara, 1373, Centro - Campinas. (19) 3236-1664 Data: entre 27 de junho e 2 de julho Horário segunda, às 21h; quarta, às 20h; quinta, sexta e sábado, às 21h30 Entrada: (couvert) entre R$ 10 e R$ 20

quarta-feira, 22 de junho de 2016

26 de junho a 2 de julho II Mostra Jazz Campinas leva música instrumental para vários espaços culturais

A Mostra Jazz Campinas está de volta este ano e vai movimentar a cidade entre os dias 26 de junho e 2 de julho. Serão sete dias dedicados à música instrumental, com duas atividades por dia, sendo cinco shows com entrada gratuita em espaços públicos, além das apresentações em bares, workshops, exposição fotográfica, intervenção de dança e exibição de curtas-metragens com temáticas ligadas à música. Veja a programação completa. Produzida pelo segundo ano consecutivo pela produtora Zumbido Cultural, que também idealizou o projeto, este ano a Mostra traz parceria com outras iniciativas independentes já consolidadas no cenário cultural da cidade, como o projeto “Canja Instrumental” e a “Mostra Curta Audiovisual”. A programação será aberta no domingo, dia 26, com a exibição de curta-metragens sobre música com curadoria da "Mostra Curta Audiovisual", na Praça do Coco, em Barão Geraldo, seguida de Tiago Gomes Trio + discotecagem Diego México, no Echos Estudio Bar, também no distrito. Durante a semana a programação segue em diversas casas de show da cidade, com SUS4, Canja Instrumental, Giorgio Francisco Trio, Alma Trio, Daniel D’Alcantara, Infante Duo, Rodrigo Duarte Quinteto, Espinho de Limoeiro e Rafael Thomaz Trio. Ao longo da programação da Mostra também serão realizadas intervenções de dança (Lindy Hop e Jazz Routines) com o grupo de dança Lindy Rockers. mostra jazz ii campinas Shows gratuitos Além dos shows realizados em casas noturnas da cidade, a II Mostra Jazz Campinas trará quatro shows abertos ao público: na segunda-feira, dia 27, o projeto "Canja Instrumental" apresenta Giorgio Francisco Trio, a partir das 21h, em praça de Barão Geraldo; na quarta-feira (29), o Museu Exploratório de Ciências da Unicamp recebe o Infante Duo (também pelo projeto "Canja Instrumental"); na sexta-feira (1º), Islan Santos + Trio X e Tour de Force se apresentam no Largo do Rosário, a partir das 17h; e no sábado (2), haverá um grande show de encerramento da mostra, a partir das 16h, na Concha Acústica do Taquaral, com Picadinho da Velha, Campinas Jazz Big Band e Black Dog Funk. Workshops de guitarra e baixo A II Mostra Jazz Campinas também promoverá dois workshops a preços simbólicos (taxa de R$ 20 de inscrição por aluno): “Improvisação - Guitarra, com Josimar Pereira” e “Improvisação - baixo com Felipe Fidelis”. Os workshops ocorrem na escola Master Guitar (Av. Albino J. B. de Oliveira, 2270 - Barão Geraldo). Interessados devem se inscrever pelo email: mostrajazzcampinas@gmail.com Sobre a Mostra Jazz Campinas A grande produção musical e a consequente demanda de músicos profissionais por espaços e oportunidades para tocarem música instrumental, como o jazz, em Campinas, levou a Zumbido Cultural (produtora artística campineira independente) a realizar um trabalho de curadoria musical que consiste em promover eventos em casas de shows com grupos do estilo. Este trabalho inspirou a necessidade de criar a “Mostra Jazz Campinas”, que teve sua primeira edição em 2015, com 7 dias de programação, 11 grupos de música instrumental, 2 apresentações gratuitas em espaços públicos e contou com público aproximado de duas mil pessoas. A produção da Mostra é realizada pela Zumbido de maneira independente e conta com apoiadores e parceiros como pequenas empresas e pessoas físicas que ajudaram a financiar o projeto, e com a Secretaria de Cultura para a infra-estrutura necessária para as atividades em espaços públicos. Confira a programação abaixo: 26 de junho Mostra Curta Audiovisual apresenta seleção de curta-metragens sobre música (curtas exibidos: "Aqui Jazz", "Chá", "Visiônica", "Música Operária" e "Insano Jazz") Local: Praça do Coco. Rua José Martins, 738, Barão Geraldo - Campinas Horário: 18h30 Entrada: gratuita Tiago Gomes Trio + discotecagem Diego México Local: Echos Studio Bar. Rua Agostinho Pattaro, 54, Barão Geraldo - Campinas Horário: 20h Entrada: R$ 10 27 de junho Grupo SUS4 Local: Battataria Suiça. Av. Albino J. B. de Oliveira, 2297, Barão Geraldo - Campinas Horário: 19h Entrada: R$ 8 "Canja Instrumental" apresenta Giorgio Francisco Trio + canja aberta Local: Praça pública. Av. Albino J. B. de Oliveira, 2297, Barão Geraldo - Campinas Horário: 21h Entrada: gratuita 28 de junho Workshop: Improvisação - guitarra com Josimar Pereira Local: Master Guitar- Av. Albino J. B. de Oliveira, 2270, Barão Geraldo - Campinas Horário: 18h Inscrições: mostrajazzcampinas@gmail.com Entrada: R$ 20 Alma Trio convida Daniel D’Alcantara (SP) Local: bar Lado B (antigo Almanaque). Av. Albino J. B. de Oliveira, 1240, Barão Geraldo - Campinas Horário: 21h Entrada: R$ 10 29 de junho "Canja Instrumental" apresenta Infante Duo + canja aberta Local: Museu Exploratório de Ciências da Unicamp. Avenida Alan Turing, 1500, Barão Geraldo - Campinas Horário: 17h30 Entrada: gratuita Rodrigo Duarte Quinteto toca Chet Baker Local: Echos Studio Bar. Rua Agostinho Pattaro, 54, Barão Geraldo - Campinas Horário: 21h Entrada: R$ 10 30 de junho Workshop: Improvisação - baixo com Felipe Fidelis Local: Master Guitar. Av. Albino J. B. de Oliveira, 2270, Barão Geraldo - Campinas Horário: 16h Inscrições: mostrajazzcampinas@gmail.com Entrada: R$ 20 Espinho de Limoeiro + exposição fotográfica “Universo em Trânsito - A cena musical de Sampa” de Daniel R. N. Lopes + Dj Digão Local: Casa de São Jorge. Av. Santa Isabel, 655, Barão Geraldo - Campinas Horário: 21h Entrada: R$10 até 21h e R$15 após 21h 1º de julho Islan Santos + Trio X Local: Largo do Rosário, Centro - Campinas Horário: 17h Entrada: gratuita Tour de Force Local: Largo do Rosário, Centro - Campinas Horário: 18h Entrada: gratuita Jazz na Battata apresenta Rafael Thomaz Trio Local: Battataria Suiça Castelo. Rua Santo Antônio Claret, 270, Castelo - Campinas Horário: 21h Entrada: R$ 8 02 de julho Picadinho da Velha, Campinas Jazz Big Band e Black Dog Funk Local: Concha Acústica. Lagoa do Taquaral - Campinas Horário: 16h, 17h e 18h Entrada: gratuita Serviço: II Mostra de Jazz Data: de 26 de junho a 2 de julho

26 de junho Passeio turístico gratuito é atração na Mata de Santa Genebra

Um passeio turístico gratuito à Mata de Santa Genebra e ao Borboletário, em Campinas, será realizado no próximo domingo, dia 26 de junho, pelo Departamento de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Social e de Turismo, em parceria com a Fundação José Pedro de Oliveira, que administra o espaço, localizado no distrito de Barão Geraldo. Os interessados deverão se inscrever pela internet e doar um quilo de alimento não perecível, que será revertido ao Banco de Alimentos da Ceasa. Os visitantes irão conhecer o principal remanescente de mata do município e todos os trabalhos que são desenvolvidos no local. O passeio será realizado no período da manhã e haverá um ônibus de turismo saindo da Prefeitura, às 8h15, para levar os participantes até a área verde. Para realizar a inscrição, o participante deverá preencher o cadastro do Portal do Cidadão. Desta forma, terá acesso a todos os serviços e eventos da Prefeitura disponibilizados no portal. O formulário de inscrição do passeio será automaticamente preenchido com os dados fornecidos pelo cadastro, necessitando somente a confirmação dos dados dos acompanhantes. Mais sobre a Mata de Santa Genebra A Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) Mata de Santa Genebra é o maior fragmento florestal da Região Metropolitana de Campinas, com 251 hectares e importante para a conservação da biodiversidade regional. Foi criada em 1981 como uma Unidade de Conservação (UC) municipal. A partir de 1985, tornou-se uma unidade federal, com a particularidade de ter sua gestão compartilhada entre o ICMBio e a Fundação José Pedro de Oliveira (FJPO), da Prefeitura de Campinas. As características peculiares da Mata e a proximidade com importantes instituições de pesquisa e de ensino superior tornaram essa UC especialmente atrativa para pesquisas científicas, que ocorrem desde antes de sua criação e que atualmente somam pelo menos 300 trabalhos diretos e um grande número de trabalhos científicos alimentados por dados oriundos dessas pesquisas. Serviço: Visita à Mata de Santa Genebra e Borboletário Local de saída: Prefeitura Municipal de Campinas. Rua Barreto Leme, Centro - Campinas Local da visita: Mata de Santa Genebra. Rua Mata Atlântica, 447, Bosque de Barão Geraldo - Campinas Data: 26 de junho Horário: 8h15 Inscrições: www.campinas.sp.gov.br/passeioturistico

26 de JUNHO acontece a edição especial do Campinas Hip Hop Festival

Dia 26 de JUNHO acontece a edição especial do Campinas Hip Hop Festival. O evento que já é um sucesso e considerado o maior festival de HIP-HOP da região, chega em sua QUARTA edição com nomes de PESO, e o melhor, o evento é na FAIXA, só chegar e chamar a geral pra curtir essa grande festa. Atrações: Eduardo, Negra Li, Edi Rock, Karol, Don Pixote e Sistema Negro. + Grupo Ments, Função Original, Lil MR, Daniel Garnet & Peqnoh, Nego Jam, Lobão SKT, Paranóia, D.O.C, Cizomarfin, 4P, Klandestinos, Sacramento, Dose Letal, Queisi RPC, Le Ziica, Sinfônica D' Perifa, Rapper Brendon. DJ Chakal, DJ Binho, DJ Piá. Entrada: 1kg de alimento não perecível Quem conhece sabe que a festa é PESADA. Quem não conhece, é só conferir os vídeos das edições anteriores: 1ª edição: https://youtu.be/ya0EZzq2w4A 2ª edição: https://youtu.be/m2hkylYYWbg 3ª edição: https://youtu.be/Ls_ZNMWQdBg

26 de junho As Caixeirosas promovem festa junina tradicional em Barão Geraldo

O Bloco “As Caixeirosas” dá continuidade à proposta brincante e apresenta o “2º Arraiá Caixeirosas Junina” no dia 26 de junho, na Praça do Coco, em Barão Geraldo, a partir das 14h. “As Caixeirosas” é um bloco carnavalesco tradicional de rua de Barão Geraldo, criado em 2006 por grupos populares de Caixeiras em Campinas. Neste mês, a fim de proporcionar um espaço lúdico dedicado a toda a família, em especial às crianças, o grupo traz para a praça mais uma tradição, um resgate das músicas e brincadeiras tradicionais das festividades juninas da cultura popular. O evento contará com barraquinhas de comidas típicas, apresentações das 'Caixeiras das Nascentes' e convidados. A festa tem início com a “A Chegada de Lampião à Casa do Tinhoso”, Mamulengo de Christian e “Brincadeira de Arteiros”, do Grupo Flor de Laranjeira, entre outras atrações. Para encerrar a festa, haverá o Grande Baile, com músicas tradicionais cantadas pela Banda das Caixeirosas. Sobre as atrações Mala dos Mamulengos é um núcleo de teatro de bonecos de Campinas, pertencente à escola de circo Além da Lona, fundada em 1996 pelo artista Christian Mathias. “A Chegada de Lampião à Casa do Tinhoso” é um espetáculo de mamulengos baseado no cordel de José Pacheco que, através da “brincadeira” com bonecos, repleta de rimas e tiradas engraçadas, embalada com muito baião, retrata de forma bem-humorada o conflito que se estabelece quando forças opostas se encontram e cada qual tenta impor seus interesses. O grupo Flor de Laranjeira é de Sumaré e surgiu em 2014 por iniciativa da caixeirosa Bia Medeiros. Bia, que é agente educacional, propôs trabalhar as danças e músicas aprendidas em suas vivências no grupo Caixeiras das Nascentes com as crianças da escola E.E. Wadih Jorge Maluf, que gostavam de fazer arte. Urucungos, Puítas e Quijengues foi fundado em 1988 pela mestra de cultura popular Raquel Trindade, filha do artista popular e folclorista Solano Trindade, que batizou o grupo de Urucungos (Berimbau), Puítas (Cuica) e Quijengues (Tambor). Os nomes fazem referência a instrumentos musicais africanos provenientes de Angola e difundidos no Brasil. Caixeiras das Nascentes é um grupo popular de percussão formado por mulheres que têm a música como forma de partilha e celebração. Fundada em 2009 em Campinas, a partir do encontro da artista, arte-educadora e artesã de Caixa do Divino Cristina Bueno com pessoas que tinham o interesse em pesquisar a cultura brasileira e a Caixa do Divino. O grupo realiza apresentações e intervenções em comunidades, eventos, escolas, universidades, festivais, entre outros, sempre no intuito de partilhar e divulgar saberes relativos à cultura popular de raízes brasileira. O Coletivo Joaquina é uma companhia de teatro nascida em Curitiba e sediada em Barão Geraldo. “Joaquina” representa a figura feminina em cena, a força da mulher brasileira, além de ter grande apelo popular. Desde 2006, artistas de diversas áreas se unem na companhia com um mesmo ideal: levar a arte ao maior número possível de pessoas. Serviço Caixeirosas Junina Data: 26 de junho, domingo Horário: 14h às 19h Local: Praça do Coco Rua José Martins, 738 - Barão Geraldo, Campinas - SP 13084-153 Fone: (19) 3249-1501 Entrada gratuita Mais informações: (19) 9 9109-9596 / 3289-2081 (Cris Bueno)

25 de junho Programação Especial da Casa Rio Bar & Restaurante

To chegando em Campinas pra ver curtir minha Galera.... é isso ai meu povo, Netinho de Paula e Cohab City sábado agora na Casa Rio ‪#‎VaiDarSamba‬ Lote PROMOCIONAL R$ 20,00 http://guicheweb.com.br/casario se preferir compre direto na Casa Rio sem taxa de conveniência Temos Pacotes ESPECIAIS para ANIVERSARIANTES da Semana Evento oficial confirme sua presença: https://goo.gl/6YAbww INFORMAÇÕES e RESERVAS ☎: (19) 3258-3645 / 3258-3650 ou pelo email: atendimento@barcasario.com.br Somente informações WhatsApp: 19 97411-7711

25 junho Escritor Ni Brissant comanda Sarau Poético Literário

Diante das várias formas de expressar o amor, sendo uma delas a poesia, o Museu do Café promove o Sarau Poético Literário com a participação do escritor Ni Brissant. O sarau acontece no CIS Guanabara, no próximo sábado, às 16h, com entrada gratuita. O encontro terá microfone aberto, no qual o público poderá sair do papel de espectador e interagir, declamando suas poesias e textos em prosa sobre o amor. O intuito é inserir as pessoas no mundo poético, fazendo com que exponham seus pensamentos sobre este enigmático sentimento. As atividades são gratuitas e abertas para todas as idades. Sobre o autor Ni Brisant é escritor e educador, autor de três livros independentes: "Tratado sobre o coração das coisas ditas", "Para Brisa" e "Se eu tivesse meu próprio dicionário". Conhecido como 'poeta sentimento', Ni é cofundador do movimento cultural Sobrenome Liberdade e do clube de leitura di-ver-gente Ninguém Lê. Serviço Sarau Poético Literário Data: sábado, 25 junho, às 16h Local: CIS GUANABARA

25 de junho Paróquia São José recebe concerto da Orquestra Sinfônica de Campinas

Sob a batuta da regente Simone Menezes (foto) e solo do trombonista Wilson Dias, a Orquestra Sinfônica de Campinas se apresenta na Paróquia São José, na Vila Industrial, neste sábado (25), às 18h30. O programa tem início com a “Abertura Concertante”, do compositor brasileiro Camargo Guarnieri, segue com o “Concerto para Trombone e Orquestra”, do italiano Nino Rota, conhecido por suas trilhas para cinema, e encerra com a “Sinfonia n.º 7 em lá maior”, do alemão Ludwig van Beethoven. A entrada é aberta ao público. A apresentação estava inicialmente marcada para o dia 11 de junho, mas foi cancelada na ocasião em virtude da greve dos músicos da orquestra. O solista Wilson Dias é professor de eufônio na Emesp-Escola de Música do Estado de São Paulo, trombone solista da Orquestra Sinfônica de Campinas e regente da Banda Carlos Gomes de Campinas e da Orquestra Filarmônica Popular de Campinas. Apresentou-se como solista à frente de importantes grupos musicais, onde se destacam: Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, Orquestra Sinfônica da Unicamp, Orquestra Sinfônica de Rio Claro, Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, Banda Sinfônica da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Banda Sinfônica da Força Aérea Brasileira de Pirassununga, Banda Sinfônica da Província de Santa Fé (Argentina), Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, entre outros. Como regente convidado esteve à frente da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, Banda Sinfônica da Força Aérea em Pirassununga, Banda Municipal “Prof. Gunars Tis” de Nova Odessa, Banda Municipal de Sumaré e Banda Municipal de Americana. Serviço: Concerto da Orquestra Sinfônica de Campinas Local: Paróquia São José. Rua 24 de Maio, 477, Vila Industrial – Campinas Data: 25 de junho Horário: 18h30 Entrada: gratuita

25 de junho Tiê faz show gratuito em Campinas

O teatro do Sesi Campinas Amoreiras recebe no sábado (25), às 20h, show da cantora e compositora paulistana Tiê, um dos grandes talentos da nova geração da MPB. A entrada é gratuita e a cota de ingressos para reservas online já está esgotada, mas haverá distribuição presencial a partir de quarta-feira (22), às 8h (veja abaixo em 'serviço'). A artista está em turnê de seu terceiro disco, “Esmeraldas”. O novo trabalho é inspirado na cidade mineira Esmeralda, em que Tiê mantém a identidade musical com sua característica marcante de leveza e tranquilidade na voz, mas com letras mais maduras, além de trazer outras influências musicais, com melodias mais pesadas, misturando o folk e o rock. Suas inspirações surgiram de grandes nomes da música, como Jesse Haris, David Byrne, Guilherme Arantes, entre outros. No show, a artista sobe ao palco acompanhada de seus músicos para apresentar também sucessos da carreira, entre eles “A Noite”, trilha sonora de telenovela, além de “Mínimo Maravilhoso” e “Máquina de Lavar”. A apresentação faz parte do projeto "Sesi-SP Música", que visa promover o acesso da comunidade à música de qualidade e difundir todos os estilos musicais. Serviço: Show: Tiê Local: teatro do Sesi Amoreiras. Av. das Amoreiras, 450, Parque Itália – Campinas (entrada pela Rua Francisco de Assis Iglesias, s/n). (19) 3772-4100 Data: 25 de junho Horário: 20h Entrada: gratuita - Os ingressos podem ser reservados pelo sistema Meu Sesi (www.sesisp.org.br/meu-sesi). Toda segunda-feira, a partir das 12h, até quarta, são liberadas as reservas para as apresentações que acontecem na mesma semana. Para este show, a cota de reserva online já está esgotada. Após esse processo, munido de documento (RG ou CPF), o espectador deve realizar a troca pelo ingresso, antecipadamente, na Secretaria Única do Sesi Campinas, quarta e quinta, das 8h às 19h30; sexta e sábados, das 8h às 16h, (no dia do evento, até as 15h). Na quarta, a partir das 8h, também será distribuída uma cota presencialmente na bilheteria do teatro. Caso o evento aconteça em um domingo ou feriado, não haverá troca de ingressos. Eles deverão ser retirados até o dia anterior à apresentação. Será mantida uma cota para entrega na Secretaria Única, nos mesmos horários de troca da reserva on-line, para as pessoas que não tem acesso à internet. São permitidos dois ingressos por pessoa Classificação etária: livre

24 de junho “Sinfonia Seresteira” em Campinas reúne Quinteto Bachiana e Trovadores Urbanos

O Quinteto Bachiana (integrantes da Orquestra Bachiana Filarmônica Sesi-SP) e o quarteto vocal Trovadores Urbanos, conhecidos como “Seresteiros do Brasil”, estarão no coreto da praça Carlos Gomes, no Centro de Campinas, com o espetáculo “Sinfonia Seresteira”, nesta sexta-feira (24), às 19h. A entrada é aberta ao público. A apresentação, que resgata a tradição de cantoria popular, as tradicionais serenatas, culminará em um cortejo pela praça, com o público e artistas levando estandartes coloridos, fazendo uma fusão do erudito com o popular, o requinte da música clássica e a popularidade de clássicos da MPB. O Quinteto Bachiana é formado por integrantes da Filarmônica Bachiana, orquestra criada pelo pianista e maestro João Carlos Martins, inicialmente com o nome Bachiana Chamber Orchestra. Para a “Sinfonia Seresteira”, serão utilizados dois violinos, uma viola e um fagote. Já o quarteto vocal Trovadores Urbanos iniciou a carreira em 1990, com shows por todo o Brasil, além de quatro turnês internacionais. O grupo também dividiu o palco com artistas como Silvio Caldas, Jair Rodrigues, Inesita Barroso, Paulo Vanzolini, Alaíde Costa, Cauby Peixoto, Demônios da Garôa, Família Caymmi, Walter Franco, Germano Mathias, Bob Nelson, Toquinho, Guilherme Arantes, Célia, entre outros. O grupo também participou das novelas "Vila Madalena", "O Cravo e a Rosa", e em duas faixas do CD da minissérie "Um Só Coração", além da antológica coletânea "Acerto de Contas", de Paulo Vanzolini. Serviço: Espetáculo “Sinfonia Seresteira” Local: Coreto da Praça Carlos Gomes, Centro – Campinas Data: 24 de junho Horário: 19h Entrada: gratuita

23 e 25 de junho Samba agita mais uma semana no Tonico’s Boteco

Os grupos de samba agitam o Tonico's Boteco, no Centro de Campinas, esta semana, entre quinta-feira (23) e sábado (25). Na terça-feira (21) não terá programação de música, mas a casa funciona normalmente. Já na quarta (22) é dia de assistir futebol nas TVs, a partir das 20h. Ainda durante toda a noite haverá chope duplo. A música ao vivo chega na quinta-feira (23) com o projeto “Samba pra quem tem fé”, que será comandado pela grupo Samba Lah em Casa e convidados, a partir das 21h30. Na sexta-feira (24) é a vez dos músicos do Mesa de Bar subirem ao palco da casa, no mesmo horário. Encerrando a programação da semana, o grupo Partido Alto faz show em comemoração aos 25 anos do grupo no sábado (25), também a partir das 21h30. Serviço: Música ao vivo Local: Tonico’s Boteco. Rua Barão de Jaguara, 1373, Centro – Campinas. (19) 3236-1664 Data: entre 23 e 25 de junho (o bar abre normalmente nos dias 20, 21 e 22, sem programação musical) Horário: quinta, sexta e sábado, às 21h30 Entrada: entre R$ 10 e R$ 20

22 de junho Centro Cultural Casarão recebe a comédia fantasmagórica “Campignólia”

Após três temporadas no Palácio dos Azulejos, em Campinas, a comédia fantasmagórica “Campignólia” será apresentada no Centro Cultural Casarão, em Barão Geraldo. A sessão será nesta quarta-feira (22), às 20h. A entrada é gratuita. O espetáculo envolve artistas de diversas trupes circenses: Família Burg (Guga Burg Cacilhas, Ivens Burg Cacilhas e Joana Piza), Dupla Companhia (Aline Olmos e Fernanda Jannuzzelli) e Circo de Teatro Tubinho (Lucélia Reis), além do músico Lucas Uriarte. A direção é do Palhaço Tubinho. O público perseguirá os passos do Comendador Despenteado, que traz no peito um sonho reprimido: receber o título de Barão. Para aumentar a perturbação, figuras ambiciosas e desajeitadas cruzarão o caminho deste fanfarrão, entre as quais os criados Bento e Benta, Bina, a filha aflita por conta de um casamento arranjado pelos pais; e Magnólia, a esposa controladora e megera. De acordo com o ator Ivens Burg Cacilhas, o intérprete de Despenteado, o figurão necessita cumprir alguns requisitos para receber o título de barão das mãos de Dom Pedro. Para tanto, promove de forma interesseira a benemerência, tanto por meio do 'Copo de Água' (uma festa para a população), quanto pela construção de escolas, e ainda busca casar a filha com um bom partido. “Tudo o que o Despenteado faz tem como referência a vida de um antigo barão, que ele passa a tomar como exemplo. Ele não vive mais a vida dele, mas busca ser uma cópia do outro, o que acaba o colocando em algumas situações embaraçosas”, completa Ivens. Apesar de não ser uma comédia da tradição do picadeiro ou escrita para o circo, “Campignólia” carrega alguns traços da vivência do Palhaço Tubinho sob a lona circense. Ao escrever as peripécias do Barão Despenteado, Tubinho foi bastante influenciado por visitas ao histórico Palácio dos Azulejos e por pesquisa desenvolvida pelos atores a partir de figuras históricas e lendas campineiras, mas ele soltou as rédeas da imaginação para recriar personagens e situações. “Trata-se de um espetáculo que tem cenas de suspense, de terror e de drama, mas que estão exclusivamente a favor da graça, da comédia. Da mesma forma, há uma inspiração histórica da cidade, mas bem livre e com certa licença poética, até porque não procuramos contar as origens de Campinas ou ser didáticos”, descreve Tubinho. Serviço: Teatro: “Campignólia” Local: Centro Cultural Casarão. Rua Maria Ribeiro Sampaio Reginato, s/n, Terras do Barão, Barão Geraldo – Campinas. (19) 3287-6800 Data: 22 de junho Horário: 20h Entrada: gratuita Classificação indicativa: 12 anos

sexta-feira, 17 de junho de 2016

19 de junho Concha Acústica do Taquaral será palco do concerto "Cultura Rock Sinfônico"

A Concha Acústica do Taquaral, em Campinas, recebe no domingo (19), às 18h, o concerto “Cultura Rock Sinfônico”, que mescla os gêneros clássico e rock, com a Orquestra Sinfônica Jovem do projeto "Retreta", de Arthur Nogueira, e artistas da cidade. A regência e direção artística é de Ricardo Michelino e a apresentação ainda terá a participação especial do guitarrista André Nieri, radicado em Los Angeles (EUA). A entrada é gratuita. Executado por professores e alunos que compõem o projeto social da Corporação Musical 24 de Junho, de Artur Nogueira, o repertório conta com clássicos do rock 'n roll que incluem Elvis Presley, Guns 'n Roses, Pink Floyd, Led Zepellin, Queen e outros. O projeto "Retreta" é realizado desde 2010 pela Corporação Musical 24 de Junho, por meio de parcerias firmadas entre escolas, entidades e prefeitura de Artur Nogueira. Oferece aulas gratuitas de musicalização, instrumentos musicais e canto coral, com vistas à formação de público e de integrantes para sua Banda Sinfônica, bem como a difusão da música como método de propagação de cultura. Atualmente, o projeto atende cerca de mil alunos de Artur Nogueira. Serviço: Música: "Cultura Rock Sinfônico" Local: Concha Acústica do Taquaral. Avenida Dr. Heitor Penteado, s/n, Taquaral – Campinas Data: 19 de junho Horário: 18h Entrada: gratuita

quarta-feira, 15 de junho de 2016

18 e 19 de junho Sinfônica lança CD com obras do compositor Radamés Gnattali no Teatro Castro Mendes

A Orquestra Sinfônica de Campinas entra no circuito das homenagens aos 110 anos de nascimento do grande compositor brasileiro Radamés Gnattali (1906/1988) e apresenta o CD “Concertos Cariocas”, sob a batuta do maestro Victor Hugo Toro. O repertório, inédito no mercado fonográfico, traz a pluralidade e riqueza da produção do autor, que uniu as pontas do erudito ao popular com maestria e brasilidade. O lançamento acontece no Teatro Castro Mendes, nas apresentações deste final de semana, sábado e domingo, 18 e 19 de junho. Além do “Concerto Carioca nº 2”, de Radamés Gnattali, o obras de outros dois brasileiros, Alexandre Levy (“Variações sobre um tema popular brasileiro” e a “Sinfonia em mi menor”) e João Guilherme Ripper (“Rio São Francisco) serão executadas. CD inédito A ideia de registro do CD surgiu a partir de conversas do músico Eduardo Lobo com a Sinfônica de Campinas. Para sua tese de mestrado, Lobo, em contato com a família do autor, teve acesso aos manuscritos de Gnattali. Com a preciosidade em mãos, relatou o episódio à direção da Sinfônica e a primeira iniciativa aconteceu em 2014 com a interpretação do Concerto Carioca nº 3 a cargo do grupo Quatro a Zero (formado por Eduardo Lobo, guitarra; Danilo Penteado, contrabaixo; Lucas Casacio, bateria; Daniel Muller, piano) e Sinfônica de Campinas Embora já tocados, os três concertos nunca tinham sido gravados, destaca Rodrigo Morte, diretor da Sinfônica, o que motivou ainda mais a iniciativa pela importância histórica. A gravação foi realizada no Polo Cinematográfico de Paulínia, em fevereiro e março de 2015. A trilogia é composta pelo Concerto Carioca nº 1, para piano, guitarra elétrica e orquestra, com os solistas Rafael dos Santos (piano) e Eduardo Lobo (guitarra). No segundo, para piano, contrabaixo, bateria e orquestra, os solos couberam aos músicos Danilo Penteado (contrabaixo), Lucas Casacio (bateria) e Hercules Gomes (piano), e no terceiro, para dois pianos, guitarra elétrica, acordeão, contrabaixo e bateria, participaram o Quatro a Zero e mais Guilherme Ribeiro (acordeão) e Rafael Muller (piano). Os CDs serão distribuídos às instituições de ensino de música e disponibilizado para download gratuito no site da Orquestra Sinfônica de Campinas http://osmc.com.br/novo/ Radamés Gnattali Radamés Gnattali foi um dos responsáveis pela diluição das fronteiras entre erudito e popular no Brasil, destaca Rodrigo Morte. “Ele tinha pleno domínio dos dois universos que, na sua obra, conviveram de modo respeitoso, harmonioso, genial”, frisa. Pianista, compositor e arranjador, atuou em praticamente todos os terrenos: deixou larga obra sinfônica e camerística, e foi um dos mais importantes arranjadores brasileiros em cinco décadas de atuação na música popular. Foi contemporâneo de compositores como Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Anacleto de Medeiros e Pixinguinha. Na década de 1970, Radamés teve influência na composição de choros, incentivando jovens instrumentistas como Raphael Rabello, Joel Nascimento e Mauricio Carrilho, e para a formação de grupos de choro como o Camerata Carioca. Também compôs obras importantes para o violão, orquestra, concerto para piano e uma variedade de choros. Em 1983, recebeu o prêmio Shell na categoria música erudita, concedido por unanimidade, ocasião em que foi homenageado com um concerto no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, que contou com a participação da Orquestra Sinfônica do Rio de Janeiro, do Duo Assad e da Camerata Carioca. Programa ALEXANDRE LEVY (1864-1892) “Variações sobre um tema popular brasileiro”, Op. 15 (Orquestração de Leopoldo Miguez) Sinfonia em mi menor (1888) JOÃO GUILHERME RIPPER (1959) “Rio São Francisco” RADAMÉS GNATTALI (1906-1988) Concerto Carioca Nº2 Serviço Concerto da Orquestra Sinfônica de Campinas Victor Hugo Toro, regente Hercules Gomes, piano Danilo Penteado, contrabaixo Lucas Casacio, bateria Quando: sábado (18 de junho), 20h; domingo (19 de junho), 11h. Local: Teatro Castro Mendes (Praça Correa de Lemos, s/n, Vila Industrial, Campinas). Telefone (19) 3272-9359. Ingressos: R$30,00 (inteira), R$ 15,00 (estudantes, aposentados), R$ 10,00 (professores das escolas públicas e privadas de Campinas e das cidades da Região Metropolitana, pessoas com mobilidade reduzida e portadores de deficiências); R$ 5,00 (estudantes das redes municipal e estadual).

18 e 19 de junho Peça “E o Vento Vai Levando Tudo Embora” chega a Campinas

Os atores Daniel Blanco, Josie Pessôa e Vitor Thiré estão na peça “E o Vento Vai Levando Tudo Embora”, que chega a Campinas neste sábado (18) e domingo (19). As sessões ocorrem às 21h e 19h, respectivamente, no teatro Iguatemi. Escrito e dirigido por Regiana Antonini, o texto é uma continuação ao texto “Aonde Está Você Agora? ”, escrito por ela em 1995, obra que já foi montada nove vezes, inclusive no exterior, sendo então a segunda obra de uma trilogia da autora que foi livremente inspirada na canção de Renato Russo, “Vento no Litoral”. A peça retoma o valor da amizade entre Gabriel (Daniel Blanco) e Pedro (Vitor Thiré), amigos inseparáveis, que, por acaso do destino, sofrem uma separação quando Gabriel se muda para Nova York deixando seu irmão de vida em uma praia localizada em Vila Velha, rodeada de águas límpidas e areias douradas no Espírito Santo. Na história, a força desta amizade vence a separação de sete anos e as mudanças que esses dois personagens sofreram durante esse período. E surge uma nova provação: a paixão por uma mesma mulher: Bia (Josie Pessôa). Na época a internet não era tão acessível como hoje e a amizade deles é aquela de alma. Eles se comunicavam através do Livro da Sorte, uma espécie de livro mágico – um pensaria no outro e abriria o livro em qualquer página e o livro responderia como o outro estaria. Além de novamente ressaltar aspectos importantes das relações humanas como a amizade e o respeito, o novo texto ainda valoriza a juventude como momento para construir e armazenar sentimentos necessários às relações humanas. Serviço: Teatro: “E o Vento Vai Levando Tudo Embora” Local: Teatro Iguatemi - 3º piso do shopping Iguatemi. Av. Iguatemi, 777, Vila Brandina – Campinas. (19) 3294-3166 Data: 18 e 19 de junho Horário: sábado, às 21h; domingo, às 19h Ingresso: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia) Vendas: na bilheteria do teatro (terça a sábado, das 13h às 21h; domingos, das 12h às 20h) ou pela internet www.ingresso.com.br

18 de junho "Boteco na Estação" comemora 100 anos do samba no próximo sábado

A próxima edição do projeto "Boteco na Estação", marcada para o sábado, 18 de junho, na Estação Cultura, em Campinas, entra no circuito das comemorações dos 100 anos do samba. O grupo Partido Alto, que também está em ritmo de festa pelos 25 anos de carreira, é um dos convidados da festa. A tarde de música ainda terá a participação dos Bambas de Rua, Black Mad, MC Tigrão, DJ Easy Nylon, Dr Sinistro e Rosana Bittencourt. A entrada é gratuita e o evento começa a partir das 13h. Fundado em Campinas, no bairro São Bernardo, o Partido Alto tem quatro CDs gravados: "Neon", "Quem Dera", "Néctar" e "Estação do Amor". No repertório, várias canções foram gravadas por intérpretes conhecidos, como “Quem dera”, na voz de Alexandre Pires e do grupo Só Pra Contrariar, e “Neons”, registrada por Alcione e Reinaldo. O representante do grupo, Nivaldo Villela (Niva do Partido Alto) recebeu da Câmara de Campinas, em dezembro de 2014, o Diploma Noel Rosa, concedido a sambistas, grupos de samba ou agremiações que tenham se destacado na divulgação, promoção, difusão e fortalecimento do samba. O evento é realizado pela Secretaria Municipal de Cultura. Sobre os 100 anos do samba Ritmo musical criado pelos escravos africanos, símbolo da tradição cultural brasileira, patrimônio imaterial, reconhecido também pela Unesco em 2005 como Patrimônio da Humanidade, o samba está celebrando seu centenário. O ano de 1916 entrou para a história da música popular brasileira por meio da iniciativa de Ernesto Joaquim Maria dos Santos, mais conhecido como Donga, autor da música “Pelo Telephone”, datado de 1916 e considerado o primeiro samba brasileiro. Em 6 novembro de 1916, Donga entregou uma petição de registro para o samba carnavalesco “Pelo Telephone” no Departamento de Direitos Autorais, da Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro. Em 16 de novembro do mesmo ano, Donga anexou à petição um atestado que afirmava ter sido o samba executado pela primeira vez em 25 de outubro de 1916 no Cine-Teatro Velho. O registro da obra foi efetuado pela Biblioteca Nacional em 27 de novembro de 1916, com o número 3.295. O samba fez grande sucesso no Carnaval de 1917, dando origem a inúmeras paródias. Serviço: "Boteco na Estação" - 100 anos do samba Local: Estação Cultura. Praça Marechal Floriano Peixoto, s/n - Campinas. Estacionamento gratuito com entrada pela Rua Francisco Teodoro, na Vila Industrial Data: 18 de junho Horário: das 13h às 19h Entrada: gratuita