quarta-feira, 19 de novembro de 2014

23 de Novembro 2ª edição do CAMPINAS HIP HOP FESTIVAL na Estação Cultura (ao lado da rodoviária de Campinas)

O CAMPINAS HIP HOP FESTIVAL chega em sua 2ª edição, no dia 23 de novembro. Considerado o maior festival da cena, e representado por nomes de peso do rap nacional, neste ano, o rapper campineiro Gregory, convida um time de peso para se apresentar em sua cidade. Entre as atrações: Mv Bill, Edi Rock (Racionais Mc’s), Dexter, Crônica Mendes, Ndee Naldinho, Lauren, KL Jay (Racionais Mc’s), entre outros nomes do rap nacional agitam a Estação Cultura, em Campinas. Na primeira edição (03/11/13), o evento recebeu mais de 8 mil pessoas, e esse ano não será diferente, a entrada é gratuita, mas pedimos a colaboração de 1kg de alimento (não perecível) que será revertido a instituições de caridade da cidade. CAMPINAS HIP HOP FESTIVAL (2ª edição) – Local: Estação Cultura (ao lado da rodoviária de Campinas) Praça Marechal Floriano – S/N Data: 23 de Novembro de 2014 Horário: 17h00 Abertura dos portões: 15h00 Entrada: Gratuita, doe 1 KG de alimento Atrações: Gregory, MV Bill, Edi Rock (Racionais Mc’s), Dexter, Lauren, Ndee Naldinho, Crônica Mendes, Império ZO, X da Questão, Markao DMN, Procedimento Crítico, Calibre 12, 288, Banda Lã, Família MLK. DJ’s: KL Jay (Racionais Mc’s), Dj LOO, Dj San, Dj look

Programação de novembro do Teatro do Sesi Campinas recebe espetáculos do Núcleo de Artes Cênicas

O Sesi-SP apresenta o “Encontro Cena Livre 2014” – edição “Memória e Cidade”, que reúne 21 espetáculos teatrais em quatro municípios do Estado: Araraquara, Campinas Amoreiras, Itapetininga e Rio Claro, de 20 a 30 de novembro. Em Campinas, a programação ocorre a partir desta quinta-feira, dia 20, até domingo, 23 de novembro. A programação gratuita destaca novas montagens de diversos gêneros – produzidas pelos orientadores de artes cênicas e alunos do módulo Múltiplas Linguagens dos Núcleos de Artes Cênicas (NACs) da instituição. Em Campinas, os espetáculos a serem apresentados são “Casarão 82: um Voo Urbano”, “Agô, Licença para Contar”, “Estação Cidade”, “Belle Époque” e “Greve. Ação... Fusca Azul!” O Cena Livre Este ano, que contou com inscrições de alunos de todo o Estado de São Paulo, cerca de 450 educandos desenvolveram estudos sobre a memória cultural e histórica de suas cidades. “O objetivo é estimular os participantes a uma reflexão sobre seus próprios ambientes, propondo a busca por algo importante na sua comunidade, que pode ser representado por meio do teatro”, afirma Álvaro Filho, gerente de projetos culturais do Sesi-SP. De acordo com Maristela Teodoro de Sá, analista de projetos culturais da área de Artes Cênicas do Sesi-SP, o tema oferece a possibilidade de um rico diálogo da arte com as cidades e seus habitantes. “O tema foi pensado para que os participantes pudessem olhar para o ambiente onde estão, para que cada um pudesse apresentar sua cidade e se ver refletido nela”, complementa. Há dois anos, o Módulo Múltiplas Linguagens conta com a assessoria de cinco renomados dramaturgistas, egressos do Núcleo de Dramaturgia Sesi-British Council, coordenado por Marici Salomão. Felipe de Moraes, Alessandro Toller, Murilo de Paula, Gustavo Colombini e Marco Catalão acompanharam os NACs durante todo o ano, ministraram oficinas, participaram de encontros e treinamentos e auxiliaram na pesquisa e na escrita dos textos encenados. As sessões são seguidas por um bate-papo com os dramaturgistas. A expectativa é de cerca de 5 mil espectadores nos 21 espetáculos previstos para esta edição. O Cena Livre integra um conjunto de ações artístico-pedagógicas e representa um modelo de excelência e qualidade em cursos livres de teatro no Brasil. “A iniciativa contribui para a participação efetiva da comunidade, dos alunos e de seus familiares, assim como promove a integração, o respeito e a inclusão, marcas da atuação do Sesi-SP no fomento às artes”, destaca o gerente de projetos. Núcleos de Artes Cênicas (NACs) do Sesi-SP Os Núcleos de Artes Cênicas (NACs) do Sesi-SP realizam atividades gratuitas de difusão cultural e ações pedagógicas de iniciação teatral por meio dos cursos livres promovidos anualmente. Os NACs estão localizados em 22 unidades do Sesi-SP na capital e no interior do Estado. O programa, criado em 1987, tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos participantes e colaborar com o exercício da cidadania, especialmente pela expansão de ideias que a produção artística proporciona. Confira a programação no Sesi Campinas Amoreiras: Espetáculo "Agô, Licença para Contar" (NAC Campinas Amoreiras) – Duração: 60 minutos / Não recomendado para menores de 12 anos Data: 20 de novembro Horário: 20h-------------------------------------------------------------------------------------------- Espetáculo "Greve. Ação... Fusca Azul!" (NAC São Bernardo do Campo) – Duração: 55 minutos / Livre para todos os públicos Data: 21 de novembro Horário: 14h----------------------- "Casarão 82: um Voo Urbano" (NAC Cidade A. E. Carvalho) – Duração: 60 minutos / Não recomendado para menores de 10 anos Data: 21 de novembro Horário: 20h----------------------- "Estação Cidade" (NAC Mauá) – Duração: 60 minutos / Livre para todos os públicos Data: 22 de novembro Horário: 14h-------------------------------------------------------------------------------------------- "Belle Époque" (NAC Mogi das Cruzes) – Duração: 65 minutos / Não recomendado para menores de 16 anos Data: 23 de novembro Horário: 10h Serviço: Tetro: "Encontro Cena Livre 2014" – edição "Memória e Cidade" – Sesi Campinas Amoreiras Locais: teatro do Sesi. Av. das Amoreiras, 450, Parque Itália - Campinas. (19) 3772-4184 Data: 20 a 23 de novembro Entrada: gratuita

22 e 23 de novembro Concerto da Sinfônica de Campinas terá obras com referência ao poeta Drummond no Teatro Municipal José de Castro Mendes

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC) apresenta o 11º concerto oficial da Temporada 2014 no teatro Castro Mendes, neste sábado (22) e domingo (23), às 20h e às 11h, respectivamente. Serão executadas obras que fazem referência ao poeta Carlos Drummond de Andrade, concebidas por três importantes compositores brasileiros: César Guerra-Peixe, Ernani Aguiar e Cirlei de Hollanda. A regência será do maestro convidado Carlos Prazeres e terá a participação da pianista Midori Maeshiro e do barítono Inácio de Nonno. A primeira obra a ser apresentada é “O Pequeno Concerto para Piano e Orquestra”, de César Guerra-Peixe, composta em 1956 para um programa da Rádio Nacional de São Paulo. De acordo com a historiadora e musicóloga Lenita Nogueira, mesmo sendo uma “composição radiofônica”, tem uma escrita em três movimentos, nomeados com os títulos tradicionais em italiano: Allegro, Andante sostenuto e Allegro com fuoco. Guerra-Peixe compõe música erudita e trilhas para diversos filmes, sendo premiado em 1953 como melhor compositor de música de cinema. As obras que serão apresentadas seguem o estilo tradicional de seu trabalho, do período nacionalista do compositor. Segundo o maestro convidado, Carlos Prazeres, a obra “Programa Drummond em ConSerto”, também do compositor Guerra-Peixe, tem como vínculo mágico a poesia de Carlos Drummond de Andrade e mostra os coloridos do Brasil com uma linguagem atual. Outra obra do compositor é “Drummondiana” que trata-se de uma “cantoria para meio-soprano e orquestra”, baseada em sete poesias de Carlos Drummond de Andrade. A peça “Balada do Amor Através dos Tempos”, de Ernani Aguiar, um dos mais destacados compositores brasileiros da atualidade, será mais um trabalho que trará a poesia de Drummond para o palco. Nessa obra, segundo a historiadora Lenita Nogueira, o poeta reflete sobre os obstáculos que duas pessoas enamoradas encontram para realizar o amor, com destaque para vários momentos da história, como os desencontros amorosos, existentes desde tempos imemoriais. Cirlei De Hollanda, uma das poucas mulheres a adentrar o espaço da composição musical no Brasil, traz em “As Sem-razões do amor” uma composição baseada em seu escritor preferido, Carlos Drummond de Andrade. A peça foi dedicada “Ao Guerra-Peixe, com saudades”. Sobre o maestro Carlos Prazeres Carlos Prazeres é um dos mais requisitados maestros brasileiros de sua geração. Regente titular da Orquestra Sinfônica da Bahia, é também regente convidado principal da Orquestra Petrobras Sinfônica (OPES) no Rio de Janeiro, na qual foi assistente de Isaac Karabtchevsky até 2012. Prazeres estudou regência com I. Karabtchevsky, graduou-se em oboé na UNI-Rio e foi bolsista da Fundação VITAE durante seus estudos de pós-graduação na Academia da Orquestra Filarmônica de Berlim/Fundação Karajan. Sobre os músicos convidados O barítono Inácio de Nonno é doutorando em Música pela Unicamp, onde conclui tese baseada na obra vocal de César Guerra-Peixe. Mestre – suma cum laude pela UFRJ, é professor nas classes de Canto da Escola de Música da UFRJ. Prêmio Especial para a Canção Brasileira no XII Concurso Internacional de Canto do Rio de Janeiro, do repertório de Inácio De Nonno constam mais de 30 primeiras audições mundiais de peças e óperas especificamente para ele compostas. Já a pianista Midori Maeshiro iniciou os estudos musicais em Osaka (Japão), onde nasceu. Especializou-se na Itália, Estados Unidos e Brasil. Doutora em Prática Interpretativa pela Unicamp, maravilhou-se pela riqueza musical brasileira pesquisando, divulgando e gravando obras de autores nacionais incluindo primeiras audições de peças contemporâneas. Serviço: Concerto: Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas - Programa sinfônico 11 Local: Teatro Municipal José de Castro Mendes. Praça Corrêa de Lemos, s/n, Vila Industrial - Campinas. (19) 3272-9359 Data: 22 e 23 de novembro Horário: sábado, 20h; domingo, 11h Ingressos: R$ 25 (inteira), R$ 12,50 (estudantes, aposentados e maiores de 60 anos), R$ 8,30 (professores das redes municipal e estadual de ensino e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida) e R$ 4,10 (estudantes da rede municipal e estadual de ensino. Bilheteria aberta de terça-feira a domingo, das 16h às 21h

22 e 23 de novembro Sergio Marone e Juliana Martins retornam a Campinas com a peça “Eu te Amo” no Teatro Brasil Kirin

Depois de ter realizado uma temporada em Campinas em fevereiro e março deste ano, os atores Sergio Marone e Juliana Martins voltam à cidade com o espetáculo "Eu te Amo”, versão teatral do filme de Arnaldo Jabor que fez sucesso no cinema na década de 1980. Haverá duas apresentações, uma no sábado (22), às 21h, e outra no domingo (23), às 19h, no teatro Brasil Kirin. A direção é de Rosane Svartman e Lírio Ferreira, que debutam no palco após grande experiência no cinema. Os dois transformaram o texto sobre sexualidade em um emocionante espetáculo: ora drama, ora comédia. Já o roteiro foi adaptado pela protagonista da peça. “A gente costuma dizer que contextualizou o tema para o século XXI. O texto do Jabor e as frases dele continuam lá. O que fizemos foi mudar algumas referências. Mas no fundo é um tema altamente adaptável para o teatro”, explica Juliana Martins. O texto, que deu origem ao filme de 1981, se renova, não só por tratar de sentimentos universais, como rejeição, carência e derrota, como também por brincar com a fronteira entre verdade e mentira, ficção e realidade. É uma fantasia romântica sobre o desejo e a paixão. "Eu Te Amo" Juliana Martins é Maria, papel de Sônia Braga nas telas. Uma moça formada em Letras que não consegue emprego na área e vira gerente de uma loja de chocolates. Seu único relacionamento “estável” é com um homem casado, um piloto de avião chamado Ulisses. Cansada da vida que leva, ela resolve usar o vestido do seu baile de debutante, fingir que é Mônica, uma garota de programa, e fazer sexo com o primeiro cara que aparecer, no caso, Paulo. Sergio Marone é Paulo (interpretado por Paulo César Peréio no cinema) que acabou de levar um fora de Bárbara, atriz, com quem morou três anos, ela foi embora há um mês e ele nem sai mais de casa, onde também funciona sua produtora de cinema falida. Ele se diz um cineasta interrompido sem dinheiro para nada. E fica por ali bebendo, navegando na internet e curtindo mulheres virtuais até conhecer Mônica, para quem diz ser rico. Os personagens se conhecem pela web, universo onde a ficção e a realidade por vezes se confundem. Cada um com sua máscara, com seu nickname. Decepcionados com o amor e com a vida profissional, eles se encontram e se apaixonam enquanto fingem que são outras pessoas. Mas não conseguem enganar um ao outro nem a si mesmos por muito tempo e, ao serem honestos, qualquer vestígio de afeto acaba (talvez nada tenha começado de verdade). Para a direção, a encenação é como um filme que se monta a cada dia no palco, no ritmo dos atores e na presença do público, para abordar dor, ilusão e sexo. Mostra a exposição de um casal, seus questionamentos sobre o amor. Mostra um desejo momentâneo e a carência que vem depois, o vazio. Uma peça sobre o que seria uma história romântica. “O Jabor é um autor que fala tanto para o homem quanto para a mulher de uma maneira inteligente, bem-humorada, com metáforas e palavras que só ele tem. É uma marca dele”, diz Sergio Marone. A peça estreou em outubro de 2010 no Rio de Janeiro – com Juliana Martins e André Gonçalves – e realizou temporada de dois meses. Em maio de 2011 estreou com Alexandre Borges em Belo Horizonte. Passou por diversas capitais e cidades brasileira, além de Portugal, e fez temporadas no Rio e São Paulo. Serviço: Teatro: “Eu Te Amo” Local: Teatro Brasil Kirin, 3º piso do Iguatemi Campinas. Av Iguatemi, 777, Vila Brandina - Campinas. (19) 3294-3166 Data: 22 e 23 de novembro Horário: sábado, às 21h; domingo, às 19h Ingressos: R$ 60 (inteira), R$ 30 (meia-entrada) Vendas: na bilheteria do teatro, aberta de terça a sábado, das 13h às 21h e aos domingos das 12h às 20h, ou pelo site www.ingresso.com

22 de novembro Indie Fest reúne diversas bandas em Barão Geraldo

Uma Indie Fest agita Barão Geraldo, em Campinas, neste sábado (22), a partir das 22h. Na programação estão as bandas Lisabi, Odradek, Dirijo., Medrar, Ema Stoned, Circus Boy, Luc Sampaio e Mari Masson, e a banda INKY, que encerra o evento divulgando seu disco de estreia, “Primal Swag”, lançado digitalmente em abril, no Brasil e nos Estados Unidos, pela Uivo Records. Formada por Luiza Pereira (voz e synth), Guilherme Silva (baixo), Stephan Feitsma (guitarra) e Victor Bustani (bateria), a banda INKY já tocou ao lado de LCD Soundsystem, The Vaccines e Metropole Orkestra, em Amsterdã. O quarteto mistura timbres eletrônicos com guitarras distorcidas e bateria acústica. Em 2014, a banda participou do conceituado CMJ Festival, em Nova York. O grupo paulista unifica elementos de rock e texturas de música eletrônica. A banda ainda tem no currículo uma faixa produzida por Steve Lillywhite (que também produziu músicas para U2, Rolling Stones, The Smiths, entre outros) e o clipe de “Baião” foi considerado o melhor clipe nacional de 2014, segundo o júri do MIS, MTV e VH1. Recentemente, a faixa “Primal Swag” foi 'Single of the Week' no iTunes. Serviço: Indie Fest em Campinas Local: Indie.Art. Rua Abílio Vilela Junqueira 841, Barão Geraldo (Guará) – Campinas Data: 22 de novembro Horário: a partir das 10h Entrada: R$ 15 (antecipado) Informações: (19) 2121-3531

22/11 “TRIO DONA LINA” Com Malú Nascimento no BOTEQUINHO BAR

LOCAL: BOTEQUINHO BAR END.: Rua 14 Bis 240 Castelo - Campinas SP Telefone (19) 9 8852 8634 HORÁRIO: A PARTIR DAS 16:30h

20, 21 e 28 de novembro Ator Júlio Rocha chega a Campinas com o espetáculo “Tudo por Ela” no Teatro Brasil Kirin

A peça “Tudo por Ela”, com o ator Júlio Rocha, terá apresentações em Campinas, no teatro Brasil Kirin, nos dias 20, 21 e 28 de novembro. O espetáculo é uma comédia que traz aos palcos Eddie Cosby, um grande astro do entretenimento. Escrito por Mara Carvalho e dirigido por Patricia Vilela, a comédia expõe o lado frágil e engraçado do personagem após o término de seu namoro, momentos antes de subir ao palco para mais um espetáculo. “Com senso de humor, 'Tudo Por Ela' retrata a fragilidade de um popstar na eminência de perder seu grande amor”, comenta Julio Rocha. Eddie Cosby é reconhecido pela autenticidade, irreverência e estilo. Está sempre criando novos conceitos na arte, desta vez, está eufórico, ansioso, para lançar ao público um novo single de hip hop. A caminho do teatro, ele recebe uma ligação que muda todo rumo daquela noite. A namorada Lika termina o namoro por telefone sem motivo aparente. Ao entrar em cena, não consegue disfarçar sua indignação. A pinta de durão coloca toda comicidade no personagem que, fragilizado, tenta se convencer do fim. O espetáculo conta com duas músicas de hip hop, que foram escritas por Júlio e pelo diretor musical DuckJay, que faz parceria nas letras e é responsável pela direção musical. O espetáculo conta também com preparação corporal de Ds Fuel. A cada cidade por onde o espetáculo se apresenta, um grupo de hip hop é convidado para participar do espetáculo, dando uma interatividade para espetáculo e promovendo a arte hip hop. O ator Júlio Rocha acumula mais de sete novelas, diversas participações em séries, filmes e peças de teatro. Sua última aparição na televisão foi no papel do médico Jacques na novela “Amor à Vida” da Rede Globo. Serviço: Teatro: “Tudo por Ela” Local: Teatro Brasil Kirin, 3º piso do Shopping Iguatemi Campinas. Av Iguatemi, 777, Vila Brandina - Campinas. (19) 3294-3166 Data: 20, 21 e 28 de novembro Horário: 21h Ingressos: R$ 60 (inteira), R$ 30 (meia-entrada). Vendas: na bilheteria do teatro, aberta de terça a sábado, das 13h às 21h, e aos domingos das 12h às 20h, ou pelo site www.ingresso.com

20 de novembro Dia da Consciência Negra é celebrado no Sesc ao som de Reinaldo, o "Príncipe do Pagode”

O Sesc Campinas celebra o Dia da Consciência Negra nesta quinta (20) com um show de samba de Reinaldo, o "Príncipe do Pagode”, a partir das 20h, no Galpão Multiuso. Apelidado pelos amigos sambistas como 'Príncipe do Pagode', Reinaldo nasceu no Rio de Janeiro e carrega a experiência dos pagodes de quintal do Cacique de Ramos, bloco histórico do subúrbio carioca. Em 1986, já vivendo em São Paulo, o músico gravou seu primeiro álbum, “Retrato Cantado de um Amor”, dando início à carreira que se firmaria com interpretações de famosas canções e parcerias com renomados artistas do samba. Em 1999, gravou o primeiro CD de uma coleção de três, intitulados “Pagode Pra Valer”, trazendo de volta o samba de raiz, marcado na palma da mão, trabalho que lhe rendeu mais um disco de ouro, além do título de 'príncipe'. No show que realiza no Sesc Campinas em homenagem ao Dia da Consciência Negra, o músico canta sambas de seu recente DVD (2013), momento em que o artista reúne seus amigos, como Xande de Pilares, Andreia Caffe, Ferrugem, Débora Cruz e Leci Brandão, em uma grande roda de samba. Serviço: Show de Reinaldo Local: Galpão Multiuso Sesc Campinas. Rua Dom José I, 270/333, bairro Bonfim – Campinas. (19) 3737-1500 Data: 20 de novembro Horário: 20h Ingressos: R$ 5 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo credenciado no Sesc e dependentes), R$ 8,50 (estudantes, menores de 18 anos, servidor de escola pública, maiores de 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência) e R$ 17 (público em geral). Ingressos disponíveis para venda na Central de Atendimento Classificação indicativa: 16 anos

19 a 23 de novembro Programação da Casa Rio Bar & Restaurante

A Casa Rio Bar & Restaurante abre suas portas no distrito de Sousas com todos os trejeitos dos tradicionais bares do Rio de Janeiro. O célebre cartunista Jaguar já disse uma vez, em visita a Campinas, que há muito em comum entre esta cidade e a sua terra natal, o Rio de Janeiro, inclusive pela quantidade de botequins espalhados pelos quarteirões de ambas. Mas pela primeira vez um bar irá se dedicar de corpo e alma para trazer para Campinas o espírito e a qualidade da tradicional noite carioca, com sua gastronomia, musicalidade e alegria. Av. Antônio Carlos Couto de Barros , 1382 - Sousas / Campinas-SP 3258 3645 www.barcasario.com.br

19 de novembro Show cover da banda inglesa Beatles 4Ever volta a se apresentar no teatro Brasil Kirin em Campinas

A banda cover Beatles 4Ever volta ao teatro Brasil Kirin do Iguatemi Campinas para apresentação única nesta quarta-feira (19), véspera de feriado, às 21h. Fundado em 1976 por Celso Anieri e Marcus Rampazzo, o grupo traz em seu repertório todas as fases do quarteto de Liverpool. As apresentações começam com a "beatlemania", quando os Beatles usavam seus elegantes ternos e um corte de cabelo revolucionário para a época. A história passa pela fase psicodélica, onde lançaram álbuns que são referência musical até hoje como, por exemplo "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", citado por bandas atuais, como U2 e Oasis, como o melhor álbum de todos os tempos. A seguir, passa-se para a fase final quando os Beatles estavam prestes a se separar, porém, momento em que compuseram suas mais belas canções. O espetáculo é marcado pela fidelidade com que os integrantes apresentam a história do "Fab Four". Todas as roupas e adereços são réplicas fiéis dos figurinos que os Beatles usavam. A maioria dos instrumentos é da mesma época dos instrumentos usados por eles, o que torna a sonoridade idêntica às gravações originais. Um telão e uma trilha sonora ilustram a história contada de forma cronológica e levam o público a uma viagem no tempo, relembrando músicas que marcaram suas vidas. A formação atual conta com os músicos Raffa Machado (Paul McCartney), Victor da Mata (John Lennon), Rene Zaion (George Harrison) e Ricardo Felício (Ringo Star). Serviço: Música: Beatles 4Ever Local: Teatro Brasil Kirin 3º piso do Iguatemi Campinas. Av Iguatemi, 777, Vila Brandina - Campinas. (19) 3294-3166 Data: 19 de novembro Horário: 21h Ingressos: R$ 70 (inteira), R$ 35 (meia-entrada) Vendas: na bilheteria do teatro, aberta de terça a sábado, das 13h às 21h; aos domingos, das 12h às 20h, ou pelo site www.ingresso.com

19/11 "FILOSOFIA DE BAR" no BAR DO JAIR - BJ

LOCAL: BAR DO JAIR - BJ END.: Rua Eduardo Modesto 212 Barão Geraldo - Campinas SP Telefone (19) 3308 4825 HORÁRIO: A PARTIR DAS 20:30h

19 a 22 de novembro Programação musical do Kabana Bar tem Soundloko

A programação musical da semana no Kabana Bar, em Barão Geraldo, começa com a quarta (19) "Free" trazendo DJ Bessa, com transmissão de futebol no telão e televisões do bar. Sem o nome na lista, a entrada é R$ 10. Na quinta-feira (20), dia da Consciência Negra, Soundloko Big Band apresenta um novo conceito de banda e DJ que usam seus recursos e baseiam-se na pós-produção ao vivo e acústica das sessões de DJs que vão do soul, hip hop a músicas brasileiras, com versões inéditas. O Soundloko tem como principal diferencial a improvisação. M.S. Jay dá início ao jam session soltando os grooves nas 'turntables' e é acompanhado pela banda. Nesta apresentação, Soundloko recebe a cantora Claudia Noemi e David Francisco, além dos músicos Rhenan Duarte, na rima e improvisação, Michel Cury no teclado, Marcelo Rocha Passos no trompete, Elthon Dias na bateria e Marlon Andrey Barbosa no contrabaixo. Na sexta-feira (21), a banda Lester Bangs faz o especial “História do rock'n'roll”, passando por sucessos dos anos 1950 até hoje. No sábado (22), DJ Barata comanda a noite com “Música para Ver Maria Dançar”, trazendo um pouco da cultura festiva baiana para Barão Geraldo. Serviço: Música ao vivo Local: Kabana Bar. Av. Dr. Romeo Tórtima, 485, Barão Geraldo – Campinas Data: 19 a 22 de novembro Horário: das 21h às 2h30 Entrada: entre R$ 8 e R$ 12

19 de novembro Club 88 apresenta DJ Gabe, Jockey Club em Campinas

O Club 88, em Campinas, recebe, nesta véspera de feriado (19), o DJ Gabe. Para completar o line-up da noite Gustavo Condé, Salin, Daniel Secco T.I.T.S. Project e VJ Ortega. A noite começa às 23h. Gabe é dono do selo Zero Eleven, que fundou junto com Marcello V.O.R. e Thomaz Krauze, e acabou de assinar com a Suara. O DJ emplacou suas produções nas pistas por todo Brasil. A experiência em estúdio, aliada a seu talento e a anos de estrada se apresentando para grandes multidões e também em clubs renomados, fez de Gabe um hitmaker, capaz de produzir músicass carregadas de uma sonoridade tão particular, cheia de groove, funk e 'pegada de pista'. Serviço: Club 88 – DJ Gabe Local: Club 88, Jockey Club. Rua Dr. Tomaz Alves, 39, Centro - Campinas Data: 19 de novembro Horário: 23h Preço: R$ 40 - (consumação mulheres), R$ 80 (consumação homens)

19 de novembro Mano Brown apresenta projeto solo no Espaço Lewel em Campinas

O cantor e compositor Mano Brown, que faz parte do grupo Racionais, apresenta seu novo trabalho nesta quarta-feira (19), a partir das 23h, na Lewel, em Campinas. A nova proposta consiste em um show solo, em parceria com Lino Krizz, que tem como objetivo mostrar a força do rap com a potência do soul. Conhecido como apresentar em suas canções a vida na periferia, o cenário do show “Suite Music” retrata o movimento de São Paulo e suas variáveis vertentes urbanas. Este novo estilo musical, denominado assim por Mano Brown e por Lino Krizz, tem as referências do estilo soul e funk americano dos anos 1980 com influências de Leon Ware, Marvin Gaye, Otis Redding, Cassiano, Tim Maia e outros grandes nomes da música negra. Em sua primeira apresentação do show “Suite Music”, Mano Brown aceitou o convite do proprietário do espaço, Bira, para mostrar ao público campineiro as misturas de sons, melodias e composições que só o Mano Brown consegue fazer. Serviço: Show: Mano Brown Local: Espaço Lewel. Rua Francisco Teodoro, 374 - Campinas Data: 19 de novembro Horário: 23h Preço: pista - R$40 (consome R$20), Camarote do General - R$ 60 (consome R$ 30), Camarote Private - R$ 150 (open bar)

18 a 22 de novembro Echos Studio Bar tem programação musical diversificada

O Echos Studio Bar, em Barão Geraldo, terá uma programação eclética na semana de 18 a 22 de novembro. Além do chope artesanal, os petiscos e o fliperama do bar, as atrações musicais são ecléticas. O bar abre todos os dias às 20h. Na terça-feira (18), a partir das 21h, é dia de “Jazz in terça”, com couvert a R$ 3. Na quarta (19), o público poderá participar da roda de choro, às 21h, com o mesmo valor de couvert. Na quinta-feira (20), tem “Black Power – Especial Afrosambas” com Andreia Preta e DJ Xegado, a partir das 23h. O couvert será de R$ 8. Na sexta-feira (21), com couvert a R$ 12, é a vez da festa Skandalosa com banda Malacabeza e Discotecagem Coturnada. A música começa a partir da meia-noite. A banda Malacabeza é um grupo de ska/rocksteady que busca recuperar a experiência dos antigos bailes jamaicanos da década de 1960, tendo em seu repertório composições próprias e canções marcantes do primeiro ritmo popular da pequena ilha caribenha. Já no sábado (22), a banda Black Dog Led Zeppelin cover, se apresenta no bar, também a partir de meia-noite, com couvert a R$ 15. A banda conta com a vocalista Daísa Munhoz que, em 2010, foi eleita a melhor vocalista do Brasil pela revista de veiculação nacional “Roadie Crew” e também pelo site “Whiplash”, o maior site especializado em rock do Brasil. A banda também é formada pelo guitarrista Mariliense Walter Claro, que toca também na banda MADRA, o baterista Neto Delgado e o baixista Cesar “Vermelho” Guarnieri. No repertório, clássicos como “Stairway to Heaven”, “Kashmir”, “Dancin Days”, “Since I’ve been Loving You”, “Immigrant Song”, “Black Dog”, “Moby Dick”, “Rock’n Roll”, “Celebration Day”, “Tangerine”, “Dazed and Confused”, “Bring it on Home”, “Whole Lotta Love”, entre outros. Serviço: Música ao vivo Local: Echos Studio Bar. Rua Agostinho Pattaro, 54, Barão Geraldo - Campinas. (19) 3201-8900 Horário: 20h (abertura). Apresentações musicais – terça e quarta, 21h; quinta, 23h; sexta e sábado, 0h Data: de 18 a 22 de novembro Valor: de R$ 3 a R$ 15 Informações: contato@echos.mus.br

18, 19, 20 e 21 de novembro Musical “A Pequena Sereia” e o balé “O Quebra Nozes” terão apresentações no Tatro Castro Mendes

A Academia Íris Ativa - Lina Penteado, de Campinas, apresenta o musical “A Pequena Sereia” e o balé “O Quebra Nozes” no teatro Castro Mendes, entre os dias 18 e 21 de novembro. "A Pequena Sereia" Uma sereia que quer viver com os humanos troca sua cauda por pernas à medida que sobe à superfície. Um príncipe que cai no mar e afunda lentamente até ser resgatado por uma moça de voz sedutora. Gaivotas livres a voar. Essas são algumas das cenas do musical que traz efeitos especiais nos cenários e jogos de luzes. O espetáculo ainda é composto por riqueza de detalhes nos figurinos, na trilha sonora e nas coreografias. A quantidade de bailarinos, cantores e artistas em cena, 50, também é um dos destaques do musical. Dividem o palco em todas as coreografias cantores, bailarinos, coro infantil, alunos de jazz, TAP e balé infantil. A adaptação e direção teatral de “A Pequena Sereia” são de Carla Hossri. Com 30 anos de experiência no teatro, Carla é formada em Artes pela Unicamp, atuou em São Paulo por duas décadas, foi apresentadora da TV Bandeirantes, dirigiu vários espetáculos entre eles "Deus", de Woody Allen, que lhe rendeu prêmio de melhor direção. “A Pequena Sereia” será sua primeira direção solo em Campinas depois de 22 anos em São Paulo. "O Quebra-Nozes" A escola de dança comemora seu cinquentenário em 2014 e por isso segue com sua tradição no balé clássico de repertório apresentando "O Quebra Nozes", que também traz efeitos especiais, como a neve que cairá no palco. “O balé foi escolhido por ter uma das mais belas músicas do repertório clássico e ser sempre pedido pelas crianças”, diz a diretora Liliana Testa. Criado pelo compositor Piotr Ilitch Tchaikovsky, o enredo de "O Quebra Nozes" transcorre no século XIX, tem como cenário a Europa Oriental e foi levado aos palcos em 18 de dezembro de 1892 em São Petersburgo, na Rússia. A história acontece no Natal e tem como protagonista Clara. Ansiosa pelos presentes, seu padrinho reserva à afilhada uma dádiva especial: um quebra-nozes, que a encanta completamente. Ao final daquela noite, Clara vai dormir, mas subitamente desperta e percebe que seu quebra-nozes ganhou vida e luta com ratos que obedecem às ordens do Rei Rato. Após a batalha, o brinquedo se transforma em um príncipe que junto com Clara partem para a Terra da Neve, Terra dos Doces, são recepcionados pela Fada Açucarada, Chocolate Quente da Espanha, Café da Arábia, Chá Chinês, Pirulitos, Marzipans, Mamãe Bombom, Gotas de Orvalho com suas Guirlandas de Flores. Depois de narrarem suas aventuras, os anfitriões dançam para Clara e o príncipe quebra nozes. Ao despertar a garota entende que tudo não passou de um sonho, mas a magia e o encanto daquela noite viverão para sempre em sua memória. Serviço: "A Pequena Sereia" Local: Teatro José de Castro Mendes. Rua Conselheiro Gomide, 62, Vila Industrial - Campinas. (19) 3272-9359 Data: 18, 19, 20 e 21 de novembro Horário: terça, às 20h; quarta, às 18h; quinta, às 11h e às 16h; sexta, às 15h e às 18h Ingressos: R$ 50 (inteira), R$ 25 (meia-entrada), R$ 30 (antecipado) "O Quebra Nozes" Local: Teatro José de Castro Mendes. Rua Conselheiro Gomide, 62, Vila Industrial - Campinas. (19) 3272-9359 Data: 19, 20 e 21 de novembro Horário: quarta, às 21h; quinta, às 20h; sexta, às 21h Ingressos: R$ 50 (inteira), R$ 25 (meia-entrada), R$ 30 (antecipado) Informações: Íris Ativa – Lina Penteado - Fone (19) 3233-8752 / 3252-4600

18 e 19 novembro circuito de arte e cultura cpfl | confira a programação do cinesolar!

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

16 de novembro Concerto em comemoração aos 85 anos da Sinfônica de Campinas terá participação de Ivan Lins na Concha Acústica do Taquaral em Campinas

Obras do primeiro concerto da história da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC), que completa 85 anos, serão apresentadas neste domingo (16), às 19h, na Concha Acústica do Taquaral, com a participação especial do cantor Ivan Lins. O programa, que traz peças de Carlos Gomes, Wagner, Rubinstein, Mascagni e Weber, será tocado na íntegra, como na estreia, em novembro de 1929. Em seguida, Ivan Lins apresenta os maiores sucessos da carreira. O concerto terá regência do maestro titular Victor Hugo Toro. A apresentação é gratuita. A abertura será com a famosa “Il Guarany”, do compositor e maestro campineiro Antonio Carlos Gomes, seguida por “Lohengrin”, preghiera atto I, do alemão Wilhelm Richard Wagner. Na sequência, “Valse-caprice” do russo Anton Grigorevich Rubinstein; intermezzo de “Cavalleria Rusticana” do italiano Pietro Mascagni e finaliza com “Euryanthe”, do inglês Carl Maria von Weber. Este é o programa que a Sinfônica irá executar mais de oito décadas após a primeira apresentação em Campinas. “Quando descobrimos esses documentos, decidimos celebrar o primeiro concerto reproduzindo o repertório da estreia nessa apresentação”, afirma o diretor da Sinfônica de Campinas, Rodrigo Morte. Após a execução do programa, o cantor Ivan Lins sobe ao palco e canta os maiores sucessos da carreira, como “A Gente Merece ser Feliz”, “A Bandeira do Divino”, “Lua Soberana”, “A Nossos filhos”, entre outros. A Sinfônica acompanha o solo do músico. História da Sinfônica de Campinas Documentos entregues à Prefeitura em outubro de 2014 comprovam que a Sinfônica de Campinas é uma das mais antigas do País, ou até mesmo a mais antiga. Um maço de folhas com atas da época trazem a criação da Associação Sinfônica Campineira, datada de 6 de outubro de 1929. O primeiro concerto foi apresentado no dia 15 de novembro de 1929. Os originais foram entregues pelo jornalista de Campinas Clóvis Cordeiro, que guardava o material há cerca de dez anos, para a primeira-dama Sandra Ciocci, que conversou com a historiadora Lenita Nogueira, pesquisadora das obras apresentadas pela Sinfônica de Campinas, e ela reconheceu a importância desses dados. Os documentos foram então entregues ao Centro de Memória da Unicamp (CMU) para serem restaurados. A Sinfônica ficou com cópias digitalizadas. Além de atas, há cartas de correspondência entre maestros, recibos de empréstimos de instrumentos, cartas de programas, notas de anúncio publicitário em jornais, salários dos maestros e músicos, entre outros. Serviço: Concerto em comemoração aos 85 anos da Sinfônica de Campinas com participação de Ivan Lins Local: Concha Acústica do Taquaral “Auditório Beethoven”. Av. Heitor Penteado, s/n, Taquaral - Campinas Data: 16 de novembro Horário: 19h Entrada: gratuita

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

15 e 16 de novembro Peça “Razões para ser Bonita” está de volta ao palco do teatro Brasil Kirin

O espetáculo “Razões para Ser Bonita”, com Ingrid Guimarães e Gustavo Machado, terá apresentações no teatro Brasil Kirin do shopping Iguatemi Campinas, no sábado (15), às 21h, e no domingo (16), às 19h. Com direção de João Fonseca, peça ainda traz no elenco Igor Angelkorte e Aline Fanju. A comédia aborda criticamente a importância das “embalagens” no mundo contemporâneo, fala do excesso de julgamentos que fazemos dos indivíduos à nossa volta e demonstra o quanto o padrão de beleza vigente pode conduzir não só o cotidiano, como também influenciar decisões importantes na vida das pessoas. A identificação dessa história com o público é imediata, pois retrata a realidade de um mundo onde a aparência física é usada como principal ferramenta para definirmos quem somos e o que pensamos dos outros. Do premiado autor Neil Labute, o espetáculo estreou no Rio de Janeiro no dia 26 de outubro, no Teatro dos Quatro, após uma temporada sempre com lotação esgotada em São Paulo. A peça, que encerra uma trilogia do autor, teve uma trajetória de sucesso na Broadway, com prêmios e indicações dos principais prêmios teatrais americanos (Tony Awards para Melhor Peça, Ator e Atriz em 2009), repetindo o sucesso também em Londres. Serviço: Peça “Razões Para Ser Bonita” Local: Teatro Brasil Kirin, 3º piso do Iguatemi Campinas. Av Iguatemi, 777 – Vila Brandina. (19) 3294-3166 Data: 15 e 16 de novembro Horário: sábado, 21h; domingo, 19h Ingressos: R$ 90 (inteira) e R$ 45 (meia). Na bilheteria do teatro, aberta de terça a sábado das 13h às 21h, e aos domingos, das 12h às 20h. Pela internet: www.ingresso.com

15 e 16 de novembro Música e teatro estão na programação do fim de semana no palco do Sesi Campinas

O teatro do Sesi Campinas Amoreiras recebe programação de música e teatro no fim de semana. Além do show da cantora Tiê na sexta (14), também se apresenta o cantor, compositor e violeiro mato-grossense João Ormond, som seu show “Tem Viola No Forró”, no sábado (15), às 20h. Já no domingo (16) é a vez do espetáculo “O Rio”, visto por mais de 10 mil pessoas em 2013. A sessão será às 19h. Todas as as apresentações são gratuitas. “Tem Viola no Forró” - João Ormond Já reconhecido pela crítica por valorizar a riqueza da música pantaneira, João Ormond ousa ao misturar a viola caipira aos ritmos essencialmente nordestino. É uma oportunidade de mostrar ao público que a viola caipira agrega e contribui de forma interessante aos ritmos do forró (xote, baião, xaxado), dando uma linguagem contemporânea e valorizando as identidades culturais do Brasil e os grandes artistas, como Luiz Gonzaga, Alceu Valença e Dominguinhos. O músico rompe com a ideia de que este instrumento está associado somente à cultura interiorana. “O Rio” Produzido pela Cia. PlastikOnírica, a encenação de “O Rio” encontrou na obra de João Cabral de Melo Neto (1920-1999) inspiração para trabalhar conceitos do Teatro Visual. O espetáculo não é a ilustração do poema, é uma criação autônoma onde o rio está integrado à percepção do espectador, que não o observa na cena, mas o intui por meio de um exaustivo e insistente caminhar de homens e bichos, de plantas e poeira. As imagens do poema transformaram-se em metáforas da condição humana diante de uma realidade seca de vida, mas vívida de significados. Serviço: Música: “Tem Viola no Forró” / teatro: “O Rio” Local: teatro do Sesi Campinas. Avenida das Amoreiras, 450, Parque Itália - Campinas. (19) 3772-4100 Data: 15 e 16 de novembro, respectivamente Horários: sábado, 20h; domingo, 19h Entrada: gratuita. Os ingressos serão distribuídos na semana do espetáculo na Secretária Única do Sesi Campinas Amoreiras às quartas e quintas, das 8h às 20h, e às sextas e sábados das 8h às 16h. No dia do espetáculo, duas horas antes da sessão, os ingressos restantes serão distribuídos na entrada do teatro, sem a possibilidade de escolha de lugar